New Trend: to share

26 de outubro de 2012
Eu e o António temos uma rotina. Ele lê as notícias todas (e quando digo todas, é mesmo TODAS as notícias que há para ler no mundo), e envia-me aquelas que acha que me podem interessar. Perfeito. Hoje enviou-me uma que, enquanto mulher, achei por bem partilhar. Fala acerca de um negócio, que ainda está em desenvolvimento, especialmente em Portugal, mas que vai virar moda, mais dia menos dia. Aluguer de luxos.






























Diz-vos alguma coisa? Por exemplo, sabem aquelas carteiras intemporais, cobiçadas por mulheres em todo o mundo, como a Neverfull da Louis Vuitton? Sabem os sapatos desenhados pelos melhores estilistas do mundo, que só vemos em sonhos? Vestidos Carolina Herrera de 5.000€? Pois bem. Empresas como a Glamourous estão a tornar esses pequenos luxos acessíveis a todas. Imaginem que têm uma festa e já compraram um vestido lindo, que até conseguiram por um bom preço na Zara, mas precisam de uma carteira com "C" grande para completar a outfit. Por 25€, podem passear-se com uma Louis Vuitton durante 3 dias! E quem fala em Louis Vuitton, fala em Dior, Prada, Céline, Hermès... O conceito é partilhar, em vez de adquirir. Alugar em vez de comprar. Numa altura de crise, é efetivamente uma boa ideia. E assim como a Glamorous para as carteiras, existem outras empresas que dão acesso à partilha de roupa, carros, casas, entre outras coisas. O aluguer de luxos é um negócio do século XXI, é um negócio adaptado à realidade. E são estas pequenas-grandes coisas que vão tornando este clima de crise um bocadinho mais suportável.



1 comentário on "New Trend: to share"
  1. Cara Sabonete se for ver o filme Sexo e a Cidade de 2008 já saberia dessa novidade há tempos! Tsc tsc

    ResponderEliminar