Aula de Moda Masculina

22 de fevereiro de 2013
Na semana passada, a aula na pós-graduação de Consultoria de Moda e Imagem foi sobre Aconselhamento de Vestuário. Falou-se sobretudo de moda masculina, uma vez que as docentes eram a Xana Guerra e a Susana Marques Pinto.







































Xana Guerra iniciou a sua carreira como stylist no programa 86-60-86, foi consultora de imagem na RTP e na TVI, continua a trabalhar na área do styling, é DJ oficial do ModaLisboa e especialista em moda masculina. Susana Marques Pinto iniciou a sua carreira na YSL em Londres, foi gerente em várias lojas e hoje trabalha como stylist e consultora de imagem. São sócias e formadoras numa escola de moda chamada "Pulp Fashion". Foi das aulas que mais gostei até agora. Aprendemos tanta coisa... Gostei especialmente de saber mais sobre moda masculina. Xana Guerra diz que o futuro da consultoria está nos homens. Ao contrário da mulher, que é uma autêntica fast shopper, o homem é mais racional. Compra pouco, mas compra bem. Não quer saber das tendências nem do preço. Para ele, as palavras de ordem são necessidade, conforto e qualidade. Quando gosta de uma peça, leva igual em todas as cores, o que é impensável para uma mulher. O homem já percebeu que a imagem é importante, tanto nas relações profissionais, como nas pessoais. Já percebeu que é levado mais a sério no trabalho, já percebeu que as mulheres olham para os homens bem vestidos (não há pior que um homem mal vestido!!). No entanto, a maioria não sabe como sair do "fato e gravata". E é aí que nós entramos. O homem português ainda tem muito medo de arriscar, de experimentar cores, cortes, tecidos, combinações. E principalmente, tem medo de ajustar a roupa ao corpo. Xana Guerra costuma dizer que, se perguntarmos que número usa, "o homem usa sempre XL e a mulher 34". Mas enquanto a mulher só quer ser mais magra, o homem diz que usa XL porque não tem noção do próprio corpo. Tem de ser incentivado a experimentar peças novas. Mas a verdade é que, quando percebe o que realmente lhe fica bem, não quer outra coisa. Nós, como consultoras, vamos ter a missão de abrir mentalidades, de levar os homens a quebrarem algumas regras, a sairem um pouco do convencional, do clássico, mas sem nunca perder a classe. Vai ser uma tarefa difícil, mas pareceu-me um excelente desafio e pus logo mãos à obra! Mal saí da aula, fui à Amazon encomendar livros para começar a estudar moda masculina. Chegaram ontem os primeiros e ainda não consegui para de ler!

Livros
"100 Years Of Menswear"
"Icons Of Men's Style"


Comentar
Enviar um comentário