A Amamentação

26 de setembro de 2017
Saí da sala de partos já com a Carminho a mamar, e só aí tive verdadeira consciência de como é um processo natural para a mãe e o bebé. É realmente um daqueles momentos em que pensamos "a natureza é fantástica!". A Carminho nasceu cheia de fome, e mamou super bem. Mas da segunda e terceiras vezes o processo começou a complicar-se. Ela chorava de fome mas não conseguia mamar. Mas com a ajuda da parteira e das enfermeiras da Casa de Saúde definimos uma estratégia que resultou muito bem. Conto-vos tudo!


Realmente, os dias que passamos na maternidade são uma verdadeira formação. Estamos rodeadas de especialistas que nos ajudam e ensinam a resolver cada problema. Posso dizer que no 1º dia aquele quarto foi uma roda viva de pessoas a tentar ajudar-me a dar de mamar. Acabamos por conseguir uma estratégia que resultou: tinha de estar deitada e recorrer à ajuda de mamilos de silicone e uma gotinha de aero-om. Comecei a ficar um bocado ansiosa, a achar que iria ter de ser sempre assim. Mas não, quando cheguei a casa comecei a dar sentada e consegui retirar o aero-om da equação. Mas dos mamilos de silicone ainda não me consegui livrar. No entanto, apesar de ser mais um acessório para complicar o processo, acabam por ser bons para proteger os meus mamilos. Já me habituei a eles e confesso que não me custa nada dar de mamar. Sinceramente, acho que a única coisa chata é ainda demorar muito tempo (aprox. 1 hora).

Para além dos mamilos de silicone da Medela, tenho outros amigos para este processo da amamentação. Antes de mais, os soutiens. Comprei na Women's Secret e adoro-os! Podem ver aqui. Para além de confortáveis e práticos, são giros! Tenho também uma almofada de amamentação super gira que as minhas amigas me ofereceram, da Home Sweet Kids, que uso sempre para conseguir manter as costas direitas e ela não me pesar muito no braço. Também tenho sempre uma fralda de pano comigo, porque os mamilos de silicone vertem leite. Recentemente a marca Bazaar das Chitas enviou-me um avental de amamentação, uma coisa que eu nem sabia que existia, para quando temos de dar de mamar fora de casa. Eu costumo levar leite em biberão mas pode dar jeito para uma emergência e anda no saco do bebé. Finalmente, o creme protetor de mamilos da Avent, sobre o qual ja vos falei aqui. Também uso a bomba de tirar leite da Avent, quando sei que vou precisar de amamentar mais rapidamente ou tenho de a deixar com alguém. Podem comprar os produtos Avent online no site da minha loja favorita, o Espaço Mamãs.


Mas não estou a alimentá-la exclusivamente com o meu leite, à noite dou suplemento, desde o 1º dia de vida. Nos dois primeiros dias, aconselharam-nos a deixar a Carminho com as enfermeiras durante a noite, porque estávamos de direta e muito cansados. E esse cansaço iria comprometer o nosso bem-estar nos dias seguintes, e iria comprometer também o meu leite. Por isso davam-lhe suplemento a meio da noite, e de madrugada ela já vinha para o quarto mamar. O suplemento revelou-se muito bom porque ela andava a fazer pouco xixi e precisava de se livrar da icterícia, e foi remédio santo. Quando chegamos a casa continuamos a dar, assim o António ficava responsável pela mamada a meio da noite e eu conseguia descansar. Neste momento ela já precisa do suplemento porque tem imensa fome e é a única forma de ela dormir bem e fazer intervalos maiores. Estou a dar-lhe o Aptamil 1, que me ofereceram na Casa de Saúde.

Sim, a amamentação é um processo complexo (mais para umas do que para outras), demora bastante tempo e passamos grande parte do dia a fazê-lo, custa bastante a meio da noite e pode causar desconforto. Mas é um momento só nosso e do bebé, e nunca me passou pela cabeça não o fazer. O nosso leite é super nutritivo e ótimo para o bebé ganhar imunidade, e acho que devemos fazer isso por eles.

5 comentários on "A Amamentação"
  1. Marta o leite materno tem que estar sempre no frigorífico certo? Como faz para o transportar, conservar e dar de mamar fora de casa? Ainda não sei muito bem como fazer para alimentar o bebé quando começar a sair de casa com ele!!! Pode-me dar algumas dicas? :) Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim tem de estar sempre no frigorífico! Transporto numa termos e mal chego a outiro sítio volto a colocar no frio. Ou então quando saio e sei que não vou coneguir dispensar 1 hora para amamentar, levo o leite em pó já medido dentro de um biberão, depois é só juntar a água e ela bebe em 5mns. :)

      Eliminar
  2. O avental de amamentação é maravilhoso. Tapa tudo. Levo-o para todo o lado. Muito mais fácil do que tirar leite. Dou de mamar em qualquer local, mesmo estando a viver num país árabe. Restaurantes, shoppings, durante voos, etc. Também nunca consegui deixar de dar de mamar sem os mamilos de silicone.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Realmente é um acessório muito pratico! E já me mentalizei que também não me vou conseguir livrar dos mamilos de silicone...

      Eliminar
  3. Marta devia ir a uma consulta com uma CAM. Aconselho a enf isabel ferreira da gimnogravida (fica na av da boavista mas ela vai ao domicilio). A Marta foi mal acompanhada na amamentacao e é sim possivel largar os bicos de silicone (entre outros maus habitos que descreve).

    ResponderEliminar